Raro show de música iraniana em Curitiba

Showan Tavakol é um virtuoso de kamancheh, instrumento das famílias das vielas e tradicional no Irã. Pela primeira vez no Brasil, ele é a atração da Série Solo Música em 5 de novembro, às 20h na CAIXA Cultural Curitiba. Como ocorreu diversas vezes na história dessa Série, este não será um recital comum. São raras as ocasiões que músicos iranianos aportaram em terras brasileiras para mostrar sua bela música, ainda mais em formação solo. E não há notícias, por exemplo, que uma vez algum artista iraniano tenha se apresentado em Curitiba. Foram as características da Serie Solo Música, focada na diversidade musical que possibilitou esta vinda de Showan para um show que promete ser inesquecível.

“Showan Tavakol é um dos principais intérpretes de kamancheh da atualidade e compositor respeitado, autor de trilhas sonoras e música de concerto. Sua música é profunda e mágica. É um dos grandes artistas iranianos que, por estar residindo no Canadá tem aproximado a cultura iraniana do oriente”, explica Alvaro Collaço, curador e produtor da Série Solo Música. Desde a Revolução Iraniana de 1979, que transformou o país em uma república islâmica teocrática, as relações do país com o ocidente tornaram-se complexas. Desde então, a arte iraniana mais difundida foi o cinema, filmes de Abbas Kiarostami, Jafar Panahi e Mohsen Makhmalbaf. Eventos de música iraniana são raros. Comum é mesmo o comércio de tapetes.

Em cerca de 70 minutos de concerto, Showan Tavakol vai mostrar principalmente suas belas composições, entre as quais “Sifllet de Phénix”, (O apito de Fênix) escrita originalmente para kamancheh, oud e orquestra de cordas. Ele também tocará música tradicional de Khorasan (Coração), região histórica da Pérsia e canções inspiradas na música do povo curdo, que se faz presente no Irã, que é de maioria persa. “Sem sombra de dúvida, será um recital mágico, com uma sonoridade pouco usual aqui, que é a do kamancheh, instrumento de arco do tamanho de um violino e tocado como se fosse um violoncelo”, destaca Collaço.

Virtuoso em kamancheh

De origem curda e nascido em Teerã, Irã, em 1979, hoje naturalizado canadense, Showan Tavakol começou seus estudos de música em 1989 tocando violino e, mais tarde, atraído pela música iraniana tradicional: kamancheh. Estudou Música e Interpretação de Kamancheh na Universidade de Teerã. Seguindo seu interesse pela etnomusicologia, teve aulas no Irã com Mohsen Hajarian e Reza Darvishi. Após se mudar para o Quebec, Canadá, em 2015, fez mestrado em composição instrumental na Universidade de Montreal, curso codirigido por Ana Sokolovic e Hugues Leclair. O tema de sua dissertação já expressa seu propósito como compositor: explorar pontos de encontro entre a música do Ocidente e a do Oriente Médio.

Como solista, criou e apresentou várias obras, como o Concerto para Kamancheh e Orquestra Sinfônica, aclamado pelo júri do festival de Fajr, um dos mais importantes eventos musicais do Irã. Em 2016, escreveu e executou uma peça para kamancheh e orquestra, interpretada pelo Nouvel Ensemble Moderne, de Montreal. No Irã e na Alemanha, participou ainda da gravação de três álbuns de seus trabalhos: “On Trolley of Time”, “Parallax View”, e “Suge Sarv”. Também compôs para o cinema, com destaque para o filme “Manuscritos Não Queimam”, dirigido por Mohammad Rasoulof e exibido no Festival de Cannes em 2013.

É codiretor artístico, compositor e intérprete do Ensemble Kamaan, grupo com foco na música contemporânea persa, com trabalhos executados na Europa, na Ásia e no Canadá. Com o peruano Federico Tarazona, virtuose de charango, forma o Duo Persa‑Inca.

Serviço

Música: Série Solo Música – Showan Tavakol
Local: Caixa Cultural Curitiba (Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro)
Data: 5 de novembro
Horário: terça-feira às 20h
Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito Caixa). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (De terça a sábado das 12h às 20h. Domingo das 16h às 19h.)
Duração: 70 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos
Capacidade: 125 lugares (2 para cadeirantes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *