ORDEM NO GALINHEIRO (por um pintainho cioso de suas obrigações)

Existe muita desavença em relação ao lado do mundo a que se pertence.
Brasileiros e portugueses há tempos se desentendem sobre a matéria.
Para pôr fim à controvérsia, vou explicar tudo agora.
O lado de cá do atlântico, onde vivo e me reproduzo, é o Brasil.
O lado de cá, como qualquer brasileiro decente pode atestar, é fixo e localizado do lado de cá. 
Por outro lado, ao atravessar o atlântico – num barquinho ou mesmo num transatlântico – , chega-se ao outro lado, que é o lado de lá. Isso,
embora banhado pelo atlântico, é ponto pacífico.
Mas atenção: se você mora em Portugal, a coisa muda inteiramente de figura (que aquela gente gosta de complicar e, desde os tempos do Pedro Álvares, segue reto quando deveria embicar na curva): nesse caso, dando azo a todo tipo de confusão, o lado de cá passa a ser o de lá, e o de lá, o de cá.

(Excerto inédito da obra do geógrafo Tungzténio P. Garcia)

Maurício Popija

O inventor do pas de deux solo. Nas horas vagas, cultiva pequenas plantas e desafetos.

Um comentário em “ORDEM NO GALINHEIRO (por um pintainho cioso de suas obrigações)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo