Histórias de uma Curitiba Plural

Em que o professor Wolodomir Kuznetsóff acorda em Vladivostok e acompanha os seguidores de Olavo de Carvalho

Meu pudinzinho,

Corre um evento sobre O FIM DO MUNDO aqui em Vladivostok, e a cidade está coalhada de lunáticos. O patrocínio é de uma revista chamada UFO Today, cujo dono é aquele russo que fez negócios com o Corinthians em 2011, lembra?
Mas senso de humor é preciso admitir que eles têm: marcaram um encontro sobre o fim do mundo aqui, neste buraco que é com certeza o fim do mundo (uns três passos pra leste e dá pra confirmar as ideias dos terraplanistas).
E como o fim do mundo está próximo, os filhos da puta dos congressistas trataram de se hospedar nos melhores hotéis da cidade, só me sobrou esta espelunca de quinta, sem bar onde eu possa mamar o meu uísque, sem criadagem, sem calefação. Acabei tendo que vestir simultaneamente todas as roupas que você pôs na mala e agora mal consigo torcer o tronco ou movimentar os braços, por isso a letra tremida.
Amanhã pretendo ir pro Japão nem que seja a nado.
Saudades do teu lombo.

Amor sem fim,

Wolo

Maurício Popija

O inventor do pas de deux solo. Nas horas vagas, cultiva pequenas plantas e desafetos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo