Histórias de uma Curitiba Plural

Commodities e Racismo – O Petróleo como Eixo da Opressão Cromática

Depois de repetidas desavenças com Arábia Saudita, Kuwait, Bahrein e Irã em relação à cor do petróleo a ser vendido para o resto do mundo, o Qatar resolveu tomar uma atitude drástica.
Duma reunião tensa realizada em Riad nos últimos dias de setembro de 2018, vazou para a imprensa o seguinte excerto:

— Sempre defendemos um tom entre o ônix e o azul meia-noite, não essa chapada negra sem nuances que vocês desejam pôr à venda. E a troco de quê? Isso macula nossa imagem perante o ocidente, não percebem? Se a coisa continuar assim, a gente vai abandonar a Organização.
— Vá-te, Qatar!

Esse triste episódio – que, no fundo, embute o racismo velado existente em alguns mercados produtores de petróleo do oriente médio -, levou o Qatar a sair da OPEP e deu origem à expressão VÁ TE CATAR, usada sempre que uma questão lançada a um interlocutor sem muita paciência é considerada irrelevante.

(TPG)

Maurício Popija

O inventor do pas de deux solo. Nas horas vagas, cultiva pequenas plantas e desafetos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo