Olhar de Cinema virtual inicia venda de ingressos a R$5

Começa nesta terça-feira (23 de setembro) a venda de ingressos para as sessões da 9ª edição do Olhar de Cinema, consolidado festival curitibano de cinema independente. Os bilhetes virtuais podem ser adquiridos no site do festival – www.olhardecinema.com.br a R$ 5 por sessão.

A edição deste ano será online entre os dias 7 e 15 de outubro e os filmes serão exibidos no próprio site do evento. Cada título estará disponível por tempo limitado dentro da programação. O número de ingressos para cada filme também é limitado.

Até o dia 2 de setembro, também no site, estão abertas as inscrições para o Passaporte Livre. Os cadastros serão submetidos a um processo de seleção que observará a diversidade, tendo como foco a participação de pessoas de diferentes regiões e realidades sociais.

Arrigo Barnabé e Clara Choveaux em cena de “Luz dos Trópicos”, de Paula Gaitán.

Filmes
O Olhar de Cinema segue dando espaço a estéticas ousadas e com comprometimento social. Os temas dos filmes selecionados abrangem desde as inquietações contemporâneas do cotidiano até interpretações e posicionamentos sobre a política e a economia mundiais.

O cinema brasileiro está representado pelo ainda inédito “Entre Nós Talvez Estejam Multidões”, dirigido por Pedro Maia de Brito e Aiano Bemfica, e filmado na ocupação Eliana Silva, em Belo Horizonte. Da seleção da Mostra Panorama do último Festival de Berlim está “Luz dos Trópicos”, de Paula Gaitán, com Arrigo Barnabé no elenco.

Da mostra Encounters, também do Festival de Berlim, chega o português “A Metamorfose dos Pássaros”, de Catarina Vasconcelos. Outros títulos da Berlinale presentes são o belga “Victoria”, de Sofie Benoot, também exibido no IndieLisboa, e “Na Cabine de Exibição”, do diretor israelense Ra’anan Alexandrowicz.

“Longa Noite”, de Eloy Enciso, é um excerto sobre a ditadura franquista na Espanha.


Do Festival de Roterdã, o Olhar traz o indiano “Nasir”, de Arun Karthick, e o espanhol “Longa Noite”, de Eloy Enciso, também selecionado para os festivais de Toronto e Locarno. O francês “Um Filme Dramático”, de Eric Baudelaire, e “Los Lobos”, do mexicano Samuel Kishi, vindo diretamente do Festival de Havana, completam a seleção.

Entre os curtas-metragens estão obras de brasileiros, espanhóis, franceses e peruanos, entre outros. Do Brasil, são dois títulos: “Chão de Rua”, de Tomás von der Osten (um dos criadores do Paranáflix), exibido no último festival de Locarno, e, em pré-estreia mundial, “Noite de Seresta”, de Sávio Fernandes e Muniz Filho.

Mostra Foco
O diretor homenageado na Mostra Foco é Daniel Nolasco. Nascido em Catalão, Goiás, o realizador escreveu e dirigiu nove curtas e dois documentários. Todos os seus filmes participaram e foram premiados em diversos festivais. Seu primeiro longa de ficção, “Vento Seco”, recentemente exibido na Berlinale e no Festival de Guadalajara, é um dos selecionados.

SERVIÇO
9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba
De 7 a 15 de outubro
No site do Olhar de Cinema.
R$ 5 por filme

Cristiano Castilho

Cristiano Castilho é jornalista formado pela UFPR e pós-graduado em Jornalismo Literário pela ABJL. É autor do livro "Crônicas da Cidade Inventada e Outras Pequenas Histórias" (Arte & Letra).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo