Os 70 anos de Laerte Coutinho

É possível descrever os quadrinhos nacionais ao longo de sua história por diversos nomes e pessoas distintas. Em todas as listas possíveis de serem feitas, um nome estará nelas todas: Laerte Coutinho. E hoje é dia de celebrar, já que a autora completa 70 anos de idade, cada vez mais atual, relevante e “em forma”, por assim dizer. Se observamos suas charges publicadas na Folha de São Paulo, é possível ver a complexidade colocada em cada quadro. Desse jeito, ela parece cada vez mais interessada em ser política e discutir tudo a nossa volta.

Nesse clima de celebração, destaco aqui duas obras de imenso destaque para aqueles que querem conhecer mais da quadrinista, para além de seus trabalhos em jornais. O primeiro é a publicação que começou no início de 2020 pela Z Edições. No caso, “Laerte Total”, tem a intenção de publicar todas (isso mesmo, TODAS) as tiras, quadrinhos, cartuns, personagens, ilustrações e mais que a artista tiver feito ao longo de sua vida. O início não poderia ser mais genial e melhor, com “O Condomínio”. Nela, vemos a dinâmica de um prédio com as diversas figuras e também com o humor nunca renegado por parte de Laerte. Até agora, foram lançados 4 volumes, chegando até o trabalho dela nos anos 90. O último saiu em dezembro do último ano e torcemos para que a publicação seja mantida.

Na outra ponta, a indicação é para um material mais parrudo, por assim dizer. No caso, são as 416 páginas de “Manual do Minotauro”, que utiliza o nome de um dos personagens mais famosos da quadrinista para trazer uma compilação de 1.500 tiras feitas entre 2004 e 2015. É um grande trabalho feito pela Companhia das Letras. A única tristeza é que esse material ainda não está entre nós, já que sai logo no início de julho.

Mais do que apenas lembrar, devemos celebrar com grande carinho e honra o trabalho de Laerte Coutinho. Agora com 70 anos, a torcida é para que a artista continue, por muito tempo, trazendo reflexões e graça para nossas vidas. É isso que ela sempre foi e sempre continuará sendo. Viva Laete! Viva os quadrinhos brasileiros!

Claudio Gabriel

Apaixonado por cultura pop no geral. Repórter da rádio CBN e editor-chefe do site Senta Aí.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo