O que esperar da CCXP Worlds?

No último dia 15, terça-feira, começaram a ser vendidos os ingressos para a CCXP Worlds. O evento, que acontece entre os dias 4 e 6 de dezembro, é a versão online da já famosa Comic Con Experience, o maior de cultura nerd da América Latina e um dos maiores do mundo. Como sempre, a CCXP trazia a reunião dos fãs com grandes nomes do cinema, de séries, desenhos e, obviamente, quadrinhos, com seu famigerado Artit’s Alley. Com isso, você pode se questionar como poderá ocorrer uma edição do tipo – que reúne a celebração em verdadeiras aglomerações – de forma virtual.

Pois é, a pandemia do coronavírus tirou essa possibilidade, mas a organização deu um jeito de não acabar com a celebração geek.

A questão dos painéis facilita um pouco, já que podem ser feitas totalmente pela internet por uma chamada de vídeo. O caso recente da DC Fandome deu um gás para celebrações do tipo, visto que foi um tremendo sucesso. Talvez a exclusividade fique um pouco de fora, já que será difícil não fazer a audiência gravar vídeos de algum trailer inédito, por exemplo. Contudo, a ideia é uma ótima continuidade a um projeto já idealizado e que merece continuar gerando público.

Entretanto, como nosso foco é quadrinhos, queria falar sobre algumas questões específicas desse mundo e que foram contempladas pela CCXP 2020. A primeira delas é a continuidade do Artist’s Alley. Sim, não será preciso estar na feira para poder comprar quadrinhos novos ou até prints, podendo tudo ser feito da mesa de sua casa. Essa questão exigirá uma nova maneira de divulgar para alguns artistas, já que poderiam estar acostumados em esperar algum fã da nona arte passar na sua frente. Porém, abre oportunidades também para vendas posteriores ao evento em si, como daquela HQ que você queria muito, mas não conseguiu.

O segundo e detalhe mais interessante é a quantidade de convidados internacionais e nacionais do mundo dos quadrinhos. Os destaques dos anunciados – até agora – ficam para Emil Ferris, de “Minha Coisa Favorita é Monstro” e Dave Gibbons, desenhista de “Watchmen”. A lista ainda conta com Scott Snyder (“Batman” e “Liga da Justiça”), Kevin Eastman (“Tartarugas Ninjas”), Marcelo D’Salete (“Angola Janga” e “Cumbe”), Andrea ‘Casty’ Castellan (“Mickey” e “Tio Patinhas”), Margaux Motin (“Placas tectônicas”), Trina Robbins (“A lenda da Mulher-Maravilha”), Jeff Lemire (“Gideon Falls” e “Arqueiro Verde”), Gerry Conway (“Homem-Aranha” e “Batman: A série animada”), Garth Ennis (“The Boys” e “Justiceiro”), Jill
Thompson (“Sandman” e “Mulher-Maravilha”), Leandro Fernandez (“The Old Guard”) e Fabien Toulmé (“A odisseia de Hakim”). Ainda não se disse sobre um possível esquema de autógrafos para esses nomes, todavia isso já dá mostras de como será interessante.

A CCXP Worlds mostrará um mundo totalmente novo para a Comic Con Experience. De fato, será realmente diferente e tudo mudado, contudo a torcida é para que funcione. Em diversas complicações que ainda enfrentamos pela pandemia – especialmente do lado psicológico -, um evento como esse é fundamental.

Claudio Gabriel

Apaixonado por cultura pop no geral. Repórter da rádio CBN e editor-chefe do site Senta Aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo