A LÍNGUA É UMA FERRAMENTA DO DEMÔNIO

As palavras têm peso e espírito próprios, mesmo os sinônimos são meras aproximações, jamais existe correspondência plena de significado, cada letra traz em si um mundo que só ganha sentido nas relações que estabelece com as demais, mas essas relações são sempre construídas com tijolo de segunda e supervisão do Sergio Naya, isto é: o melhor é não escrever nada e permanecer em silêncio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *