Histórias de uma Curitiba Plural

O Parque Secreto

Durante a pandemia eu e a minha família procurávamos sempre algum lugar novo para passear, lugares abertos, tranquilos e principalmente, um lugar com poucas pessoas. Com essas procuras, achamos um lugar incrível! 

O Parque das Esculturas (para os mais íntimos O Parque Secreto!) Nós o apelidamos dessa forma, por ser um parque escondidinho e por não ser muito conhecido pelo o pessoal da região, isso porque o parque foi abandonado!

 O parque foi finalizado em 2005, e por um tempo foi da prefeitura, mas depois de algumas brigas, passou a ser da Votorantim (marca de cimento, que inclusive foi utilizado para fazer as esculturas encontradas no parque!)Por ser um parque abandonado, tem a sua entrada coberta de mato, suas esculturas cheias de musgo ou até mesmo quebradas, muito lixo e nenhum tipo de segurança. (poucas pessoas arriscam a entrar ali…) Quando o parque era de fácil acesso, havia aulas e até um ateliê para receber mestres e escultores, possibilitando a produção de novas obras com jovens artistas para o jardim de esculturas.

O parque é um lugar lindo, cheio de esculturas de vários artistas super importantes, tanto da nossa cidade, como do nosso país! Sem contar com a biodiversidade incrível que encontramos no parque, por exemplo uma das araucárias mais grossas que eu já vi em minha vida!

Infelizmente, o parque não está sendo cuidado da forma que deveria, seria necessário uma revitalização do lugar, as obras deveriam ser limpas, deveria ter segurança para que as pessoas se sintam mais seguras para conhecer o parque que espaço publico, ou privado merece respeito, tanto pela suas obras como pela sua exuberante diversidades!

Agradecimentos!

Eyrrimar Bortot (informações e “guia” do passeio), Aline Castro e Marlon Pereira (modelitos nas fotos!)

Morena Rosa

📍Curitibana, adoro escrever e amo gatinhos😽 Vou compartilhar algumas coisas com vocês!    

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar ao topo