Concurso de maior buraco de rua: temos um candidato! (Atenção, imagens fortes)

O buraco, pelas medições formais e de incontestável precisão, tem o exato tamanho de um fosso de elevador para seis pessoas (ou 420 quilos), num formato basicamente quadrangular.

Um indormido leitor nos manda uma primeira foto de um candidato a nosso já insigne concurso de maior buraco de rua de Curitiba. O egrégio remetente situa-se nas cercanias do Portão.

Não é profundo, mas chega a mais ou menos um metro quadrado, o suficiente para que haja dentro dele (queira reparar, olhando de novo para a imagem) um sub-buraco, um buraco dentro do buraco, onde a água se acumula para melhor ajudar na proliferação de doenças.

Com face norte e levando em conta os preços imobiliários da região, calcula-se que morar num buraco desse porte e acabamento saia por aproximadamente R$ 3,5 mil, no caso de compra. Infelizmente, a maioria dos bancos não financia buracos novos. No aluguel, estipulamos que possa sair a 35 merréis mensais.

O buraco abriu-se na esquina entre as ruas Fábio de Souza e Tenente Capitão Maris de Barros. Não se sabe se está aberto à visitação nem o custo do ingresso.

Se conhece outro buraco ainda mais vistoso, ó leitor, o desafio está lançado: envia a imagem comprobatória para falecom@plural.com.br ou procure nossas oficinas e redação, no município de Macondo do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

>