Fascículo 17: Merckel, cocô e Luciano Huck

ANGELA MERKEL: Bruaca alemã que julga poder ameaçar nossa pátria com 80 milhões de dólares, dinheiro muito mais modesto do que a esquerdalhada desviou no Brasil. Ver Noruega.

CHARLIE HEBDO: Pasquim de quinta categoria que deve ter sido confundido com algum jornal francês de expressão naquele atentado dos muçulmanos xiitas em sua redação. Com seus cartuns contra o Brasil e seu governante máximo só conseguem aumentar o nosso prestígio mundial, em especial na Hungria.

COCÔ: Excremento, coisa de péssima qualidade ‹aquele petralha é um c.› Confusão, barafunda; tumulto ‹essa expulsão do Frota vai dar o maior c.›
Locuções
Cocô de governo pej. Modo como os elementos de esquerda e seus apaniguados, promovendo a bandalheira, referem-se aos governos eleitos pela maioria da população. 
Fazer cocô dia sim, dia não Defecar, evacuar seguindo preceitos que preservam a natureza e o meio ambiente.
Acabar com o cocô Expressão cunhada pelo prefeito de Parnaíba, Mão Santa, durante visita presidencial à cidade piauiense. Referia-se a acabar com o c. que, para ele, representa o petismo. Perguntada se Mão Santa limparia as fezes, a assessoria de imprensa do alcaide não se manifestou na ocasião. 
Etimologia Vocábulo de origem controversa. É considerada uma palavra proveniente da linguagem infantil que, quando repetida muitas vezes por um adulto, pode ser um forte sintoma de oligofrenia psicótica.

EXPULSÃO DE FROTA: Expressão usada para nomear o processo de expelir o parlamentar, e ator sensual, Alexandre Frota do PSL. Conforme determinação do presidente, só se poderá expulsar Frota do interior de outros partidos a que ele vier a se filiar dia sim, dia não.

LINGERIE: Roupa íntima feminina com ornamentos bordados e rendas que os presidentes da república arrancam com os dentes que sobraram após as extrações. 

LUCIANO HUCK: Proprietário de jatinho. Afirmou que o presidente era o “último capítulo do caos” e foi incorporado ao caos pelo presidente. O BNDES será o voto de Minerva entre o caótico e o apocalíptico.

NORUEGA: Um país de bárbaros que adora dizer que país bárbaro é o Brasil. Segundo fontes do governo, esse comportamento reflete a inveja nórdica em não ser a proprietária da Amazônia. O embaixador brasileiro na Noruega inclusive está sendo orientado pelo Itamaraty a sugerir que o país cuide de suas séries policiais para o Netflix e nos deixe em paz. Recentemente, a pedido do vice-presidente Mourão, o presidente Bolsonaro apagou um tuíte em seu perfil onde declarava que os noruegueses “já nascem com chapéu de chifre”. 

Fascículo 16: Astrologia, mamadeira de piroca e Johnny Bravo

ASTROLOGIA: Ramo da filosofia praticado em especial na Virginia, nos Estados Unidos da América. Em vez de possuir pontos de vista materialistas, idealistas, dialéticos ou metafísicos, a Astrologia analisa fenômenos lançando mão de consultas aos astros, como o Sol, a Lua e as estrelas. Se pensadores como Karl Marx  a tivessem adotado, em vez de Revolução, pregariam a Constelação. E os trabalhadores do mundo, ao contrário de se unirem, continuariam orbitando os mesmos planetas-anões de sempre.

BRASIL: A única democracia do mundo que celebra uma ditadura ocorrida em seu próprio território num passado recente. Ver Democracia.

DEMOCRACIA: Regime em que o presidente da República fala o que bem entender, na hora que desejar, para quem quiser.

EXTREMA MÍDIA: Neologismo criado por algum dos filhos do presidente da República para qualificar setores da mídia nacional como radicais e compromissados com a baderna, a sensualização de menores de idade e animais domésticos de estimação. O conflito entre setores governistas e da Extrema Mídia poderá, segundo o Instituto de Psicologia da Escola de Formação e Cabos e Sargentos de Vassouras, levar a uma guerra no terreno das redes sociais. O embate teria consequências letais. Para evitá-lo, setores governistas têm dito, em off, que planeja-se nacionalizar o Twitter, o Instagram e o Facebook colocando militares como seus superintendentes. O WhatsApp também seria encampado e passaria apenas a informar à população sobre os horários em que aconteceriam os toques de recolher.

JOHNNY BRAVO: Caricatura de presidente da República. Ver Johnny Burro Bravo, Johnny Bravata

LEDA NAGLE: Apresentadora do programa “Sem Censura”que, depois de uma longa autoanálise, decidiu censurar suas convicções do passado e tornar-se colaboradora do establishment. Passará, em breve, a ancorar o programa jornalístico de entrevistas “Sem Noção”.

MAMADEIRA DE PIROCA: Artefato criado pelos serviços de inteligência socialistas com o fito de vilipendiar os valores cristãos e ocidentais. O objetivo do referido objeto seria produzir graves desvios sexuais em série gerando caos, enfraquecimento dos pilares da família e surtos de aerofagia. Por sorte foram descobertas algumas mamadeiras de piroca, que foram imediatamente analisadas pelo Departamento de Pesquisas Eróticas da Marinha. Após intensos estudos de laboratório, decidiu-se incinerar todas elas ficando apenas um exemplar no Museu da Escola Superior de Guerra.

NAZISMO: Ver Stálin, Karl Marx, Engels, Trótski, Lênin, Mao, Proudhon, Bakunin, Rosa Luxemburgo.

OGRONEGÓCIO: Setor que explora o meio ambiente e não sabe quem é Chico Mendes.

PORRA: Vírgula de carioca, verbo de ligação de bolsonarista aos predicados do chulo e do tosco.

RECUO: Artifício usado por exércitos, especialmente ao serem atacados, pelos flancos, por uma legião muito maior. Um soldado que, ao recuar, leva um tiro nas nádegas, não costuma receber medalha. Já na política é diferente. Quanto mais se recua, mais se recebe honraria.

Fascículo 14: Bruna Surfistinha, Irã e Calcinhas

ARAPONGA: Ave passeriforme, da família dos cotingídeos, típica do Sudeste brasileiro, encontrada em matas e capoeiras de Pernambuco ao Rio Grande do Sul. Possui cerca de 27 centímetros de comprimento, plumagem branca, garganta e face nuas. Tem o canto agudo, semelhante a de um marreco. É conhecida pelo hábito de se infiltrar no ninho de outras aves e remexer em tudo.

ASTRONAUTA PONTES: Cosmonauta que, na missão com a nave soviética Soyuz, em 2006, teve a incumbência de passar pano.

BAIANO: Nascido no estado brasileiro que recebeu calorosamente o presidente da República durante a inauguração do aeroporto Gláuber Rocha, em Vitória da Conquista, em 2019. Centenas, talvez milhares de evangélicos e caminhoneiros, acorreram ao campo de aviação, para dar glórias a seu mito. Como disse o ministro da Educação, durante o evento, em sua contumaz veia jocosa: “mais vale a conquista da vitória, que a vitória da conquista”.  Ver Paraíba.

BRUNA SURFISTINHA: Exemplo de produção cinematográfica que o Novo Brasil não quer mais financiar com recursos oriundos da Ancine. Para o médio prazo, supõe-se que teremos longa-metragens de outro viés, que não o esquerdizante ou o pornográfico.  A lista incluiria “Queiroz, o miliciano” ou o documentário “Rio das Pedras, traga seu cachimbo”, já em fase final de aprovação de verba pelo Ministério da Agricultura.

CALCINHAS: Até 2020, o produto de maior exportação da Ilha do Marajó, juntamente com os búfalos.

COMANDO DA REPÚBLICA: para ser fechado, basta um cabo e um modem.

IPEN: Instituto de pesquisas vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, gerido pela Comissão Nacional de Energia Nuclear, e desmoralizado pelo governo federal. 

IRÃ: País com o qual o Brasil, em breve, romperá relações diplomáticas para estreitar relações com a família Trump.

PARAÍBA: Qualquer brasileiro nascido acima do Rio de Janeiro. Os maranhenses não estão incluídos nesta e em nenhuma outra definição ou terminologia. Ver Baiano e Padim Cícero.

POLÍTICA DO PÃO E VIDEOGAME: Um dos orgulhos da coroa. Consiste em substituir paulatinamente “Bruna, Surfistinha”, e outras produções imorais da cultura marxista, pelo games Grand Theft Auto, Call of Duty e outros de tiro.

PROVAS: Testemunhos que demonstram a culpa ou a inocência de um acusado e devem, em determinadas circunstâncias, ser eliminadas.

TROGLODITADURA: Regime de exceção que coloca a opinião de indivíduos brutais e ignorantes em um nível de importância mais alto que a de pessoas cultas e preparadas. Ver Brasil e Olavo de Carvalho.

Fascículo 13: Frota, Sheherazade e O Antagonista

BEACH PARK: Destino praiano favorito de magistrados e promotores ligados ao maior programa de combate à corrupção do Hemisfério Sul, a Lava Jato. Seria nessa localidade do litoral cearense onde eles gastariam o capital auferido em palestras sobre como ser parcial em ações criminais. 

ESPOSA: Pessoa do sexo feminino que cuida dos negócios paralelos de esposos que legalmente não poderiam cuidar de negócios paralelos.

FGTS: Fundo utilizado em momentos de grave crise econômica para simular um cenário positivo. Essa pequena injeção de capital do governo na sociedade evita uma injeção de Benzetacil da sociedade no governo.

FROTA: Ex-ator que, se usasse o cérebro como usava a braguilha, seria o mais brilhante parlamentar do Hemisfério Sul.

HAMBÚRGUER: O ópio do diplomata.

INCITATUS: Cavalo preferido do Imperador romano Calígula. O animal tinha 18 criados, era enfeitado com um colar de pedras preciosas e dormia no meio de mantas de cor púrpura. Foi-lhe dedicada uma estátua em tamanho real de mármore com um pedestal em marfim. Calígula incluiu o nome de Incitatus entre os  senadores e queria fazer dele cônsul. Isso mostra que a História, apesar de alguns dizerem o contrário, sempre se repete.

INSTAGRAM: Ao eliminar o contador de likes, o Instagram provou que faz parte da conspiração do Foro de São Paulo para minar o atual governo brasileiro.

LOS POLLOS HERMANOS: Famosa rede de lanchonetes norte-americana de propriedade de Gus Fring onde o candidato a embaixador brasileiro nos Estados Unidos, o deputado Eduardo Bolsonaro, aprendeu a fritar hambúrgueres em sua juventude. Há relatos de que o deputado teria depois trabalhado na Lavanderia Brillante, do mesmo dono, mas outras fontes atestam que quem esteve lá foi Fabrício Queiroz.

O ANTAGONISTA: O Pravda do pensamento ultraconservador brasuca.

OVO QUEIMADO: Todo grande estadista deve partilhar com seu povo momentos de humor e descontração. Foi o que o presidente da república fez ao criar uma metáfora sobre o casamento de duplo sentido (“se a mulher queima o ovo do marido” etc). O redator da brincadeira, registrada numa Live, informou o porta-voz, general Rêgo Barros, foi o ministro-clown Abraham Weinstaub.

RACHEL SHERERAZADE: Comunista do Baú da Felicidade.

TABATA AMARAL: Tábua de salvação da Reforma da Previdência.

VACINA: Invenção de médicos treinados pelo governo cubano para provocar doenças graves em crianças de países que defendem que a Terra é plana.

VERBA PUBLICITÁRIA: Valor obtido de recursos do Judiciário para produzir comerciais de TV de utilidade pública. O critério sobre o que é utilidade pública deve ser, no entanto, decidido unicamente por um juiz federal e um procurador da república. 

Fascículo 10: Abraham Weintraub e um decálogo bolsonarista

10 MANDAMENTOS:
1 – Adorar a Mim e Me amar sobre todos os governantes.
2  – Não usar meu Santo Nome em vão no Twitter.
3  – Santificar as festas dos bolsomínions em meu louvor.
4 – Honrar Flávio, Eduardo, Carlos e Queiroz.
5 – Não matar à toa.
6 – Não pecar contra a irmandade do ‘Clube de Tiro’ de Floripa.
7 – Não roubar as ideias do Olavo.
8 – Só levantar falso testemunho ou fake news contra fariseus petralhas.
9 – Não desejar a mulher do próximo. Desarmado.
10 – Não cobiçar as coisas alheias. O que o Guedes privatizou, brasileiro não nacionaliza.

ABRAHAM WEINTRAUB: Comediante aposentado que assumiu o ministério da Educação para fazer do ensino pago um ensino de graça, gozação e zombaria.

AVIÃO: Veículo mais pesado que o ar, movido a explosão e desmoralizado por um sargento. Ver Taifeiro, FAB e General Heleno.

BEM-ESTAR: Sentimento que sobrevém quando notamos algum tipo de desconforto num inimigo petralha. 

CONGRESSO: Local onde diversos cidadãos brasileiros reúnem-se com o fito de sabotar as iniciativas do Executivo.

DEMOCRACIA: Até o fechamento deste Dicionaro, não descobriu-se  a definição desta palavra.

G 20: Reunião de países europeus decadentes e invejosos dos avanços do Brasil no campo do meio ambiente.

GENERAL HELENO: Ministro-chefe do GSI, chamado jocosamente pela Mídia Extrema de Gabinete de Segurança Inconstitucional da Presidência da República. Heleno é tido como a fina flor do generalato. Só dá murros em mesas ou manda nações “procurarem sua turma” sob forte pressão ou quando descobrem entorpecentes em jatos militares brasileiros. No mais é uma moça.

HABEAS-CORPUS: Ação constitucional que, quando utilizada pelos advogados de Lula, faz com que os ministros do STF se irritem por fazer hora-extra e o mantenham na prisão.

RAINHA DA INGLATERRA: Também conhecida por “Queen”, mulher muito poderosa que rege o Reino Unido. No Brasil, deputados federais e senadores querem que seu presidente vire uma “Queen”, num imoral e decadente apoio ao crossdressing internacional. Para aqueles parlamentares que desejam uma aberração dessas, o Véio da Havan está oferecendo empregos em suas lojas de Maringá, Pato Branco, Cravinhos e Hortolândia.

TAIFEIRO: Militar encarregado de prestar certos serviços aos oficiais, como servir a mesa, limpar salões e colocar malas de cocaína em aviões da FAB.

VESPERSAURUS PARANAENSIS: Dinossauro descoberto recentemente no estado do Paraná. Segundo análises científicas, o animal seria uma espécie de marreco gigante que se alimentava de carne, em especial a vermelha. O Vespersaurus paranaensis está sendo chamado por muita gente, de forma carinhosa, de Morossauro. 

Fascículo 8: Moro, Deltan e Paulo Freire

CIÊNCIA: Invenção mentirosa do marxismo cultural. Qualquer cidadão de bem acredita que um técnico é mais útil que vários cientistas. Afinal, nossos problemas do dia a dia, como arrumar uma torneira vazando, necessitam mais de um encanador do que de um físico nuclear comunista. O governo está promovendo uma cruzada por mais pedreiros, carpinteiros, mecânicos, técnicos em refrigeração e menos pós-doutorados em Harvard. Inclusive porque, qualquer um pode estudar em Harvard, até o governador Wilson Witzel.

DAMARES ALVES: ministra responsável pela polarização entre as cores azul e rosa na sociedade brasileira. Fontes governamentais apontam sua ida em breve para o Ministério da Agricultura a fim de impulsionar o plantio de goiabas no Centro Sul.

DELTAN DALLAGNOL: guerreiro do povo brasileiro; o homem que acabou o PT usando apenas um PPT.

FRAQUEJADA: Ver mulher.

HUMBERTO DE ALENCAR CASTELO BRANCO: vigésimo sexto presidente brasileiro. Foi eleito pelo voto direto assim como Jair Messias Bolsonaro foi escolhido pela vontade divina.

IMPRENSA: quarto poder que, em breve, precisa cair para quinto.

INTERCEPT: órgão desclassificado de imprensa típico da Extrema Mídia. Como disse o vereador Carlos Bolsonaro, “tinha que haver Piçóu ali”. O objetivo desse pasquim é implodir a Lava Jato, desestabilizar a Reforma da Previdência e impedir o armamento dos produtores rurais. O Brasil, no entanto, com seus pesos e contrapesos, não permitirá que comunistas atentem contra ele: o jornal será fechado e um de seus sócios deportado. Viva a democracia!

JUIZ MORO: um erro judiciário.

PAULO FREIRE: educador, já falecido, investigado pela Polícia Federal.Teria inventado uma cartilha de be a bá e, apenas por causa dela, recebeu dezenas de títulos de doutor honoris-causa em universidades do mundo inteiro. O estranho fato chamou a atenção da ABIN e o general Augusto Heleno pediu a abertura de uma diligência que se chamará “Operação Analfa”. 

SANTOS CRUZ: ministro, que apesar de ser crucial, acabou sendo crucificado. 

TERRA PLANA: Atualmente, até a pessoa mais otimista, acredita que o mundo é chato. Então, se é chato, é raso. E, se é achatado e raso, não é redondo, é plano. Existem muitas teorias, ditas científicas, querendo provar o contrário. Mas o governo tem um astronauta como Ministro da Ciência e da Tecnologia. Quem melhor que um cosmonauta para justificar o terraplanismo? Quantas pessoas já olharam a Terra da janelinha de uma espaçonave Soyuz?

VIKTOR ORBÁN: político húngaro tão de direita que, por não usar nunca a perna esquerda, acabou ficando manco.

Fascículo 7

ALARVE DE CARVALIUS:  Antepassado do astrólogo Olavo de Carvalho. Praticou alquimia na Europa no período final da Idade Média quando a Astrologia era uma ciência com leis próprias, uma arte secreta e mística que trasmutava metais sem valor em prata e ouro. De Carvalius teve grande influência sobre o pensamento de Paulus, o Guedius, à época Conselheiro do reino da Cornualha para Assuntos Mercantis. Como a maioria dos astrólogos daquele período, acabou empalado. Antes de falecer, no entanto, xingou e praguejou do carrasco ao padre, passando pelo rei e a rainha. Ao expirar, Alarve de Carvalius chegou a afirmar que seus descendentes o vingariam.

COMUNISMO: Karl Marx e Friedrich Engels, pais dessa ideologia, acreditavam que um dia a maioria entenderia a exploração e a natureza nefasta do capitalismo e isso levaria à derrubada do sistema pela classe trabalhadora. Para substituir o capitalismo, o novo modelo de produção ia se basear em meios de produção com propriedade coletiva, o comunismo.  O Brasil estava se encaminhando para ser a nova Venezuela. Contudo, com a intercessão divina e o apoio de Donald Trump – forças tão semelhantes – os brasileiros escolheram um governo democrático-miliciano para alicerçar sua vocação de progresso. Se a Reforma da Previdência for aprovada pelos congressistas, até 2022 o maior país latino-americano será também uma das maiores potências do mundo. Em especial no setor de exportação de bananas da região de Glicério, no interior paulista, berço do chefe da nação.

CONCLOMO: Variação de canclomo querendo, na verdade, dizer conclamo.

ÉTICA: Para o astrólogo, filósofo e escritor Olavo de Carvalho é o estudo da moralidade e de como cada um deve viver na caceta dessa existência de merda, porra.

MILICIANO: Milico sem carteira assinada.

MOEDA ÚNICA: Tentativa brasileiro-argentina de fazer o real chegar a sete reais em relação a um dólar, ainda em 2019.

PANO: Cada uma das peças de tecido, ou outro material, que colocadas lado a lado no sentido longitudinal, formam uma peça completa. No mundo político, a expressão ganha um outro significado, o de minimizar uma crítica feita a alguém que se apoia. “O Ariclenes, quando ouviu falarem que o filho do Mito estava envolvido com as milícias cariocas, foi logo passando pano.”

PLANO DE GOVERNO: Temas que são discutidos em churrascos no condomínio da Barra ou em locais proibidos para a pesca pelo IBAMA. Os mais citados ultimamente são aumento dos limites de velocidade nas vias, retirada de cadeirinhas do bebê, flexibilização dos pontos na CNH e desativação de pardais em estradas federais. 

Fascículo 5

ANEDOTA: Pequena narrativa de humor ofensiva e preconceituosa. Exemplo:
Bolsonaro, durante uma live, diz:
“Brasileiros! Tenho dois anúncios importantes a fazer — um bom e um e ruim. A má notícia é que durante os próximos três anos anos só vamos comer estrume. A boa é que teremos estrume para todos”.
Como vê-se,  a anedota sempre traz um viés de agressividade. Nesta, em especial, contra o estrume.

BARRAGENS DA VALE: Chernobyl à prestação.

BATE-BOCA: expressão popular que significa discussão exaltada, troca de palavras ásperas. Bate-boca, especificamente no Brasil, também é uma forma de governo. Contrariamente aos romanos, onde Marco Aurélio governava através de aforismos filosóficos ou dos ingleses; onde Winston Churchill liderava através de inspirados discursos, aqui administra-se a coisa pública à base de gritos, ofensas e palavrões – quando não de socos, pontapés e facadas. Ver: Quebra-pau.

BONECÃO DE POSTO: no que se transformou, após poucos meses de governo, o Posto Ipiranga do presidente da república.

CURRÍCULO LATTES: plataforma acadêmica na qual qualquer pessoa pode adicionar a informação de que estudou em Nova Iorque, mesmo tendo se graduado em Nova Iguaçu.

GENERAL: Indivíduo considerado libertário, diplomático e “open mind” na atual administração.

HÉLIO NEGÃO: versão masculina da primeira-dama nacional.

INEP: diminutivo de inépcia.

JAIRISMO:  uma das religiões que mais cresce na América do Sul. Considerada por seus praticantes como a aliança entre Deus, o PSL e os bolsominions do Brasil. Seu criador é o pastor francês Steve Kunda. Para esse influente religioso, Deus escolheu Jair Cristo para liderar o país. A mão divina estará sempre com ele porque vai cortar muitos obstáculos, muitas opressões e as verbas da Educação. Ainda segundo o Jairismo foi assim o nascimento de JC: sua mãe, estava prometida em casamento, mas, antes que se unisse ao noivo, achou-se grávida. O anjo lhe disse:

“Não tenha medo; você foi agraciada por Deus! Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Jair. Ele vai virar presidente e será chamado de Filho…bem, isto eu lhe conto  depois. O Senhor Deus lhe dará milhões de seguidores, e ele reinará para sempre sobre o povo de Twitter.”

Ver também: Religião, Ungido, Teomania, Hidrofobia.

KATAPIROKA: do japonês romaji, jovem apanhador de pepinos.

LOBÃO: metamorfose delirante.

PESPORRÊNCIA: qualidade comum a todos os membros do governo do primeiro ao último escalão.

VEGANO: pessoa que promove a “libertação animal”: exclusão do consumo de todos os tipos de animais, seja na alimentação, no vestuário ou no entretenimento. Com a liberação dos fuzis à população, estima-se que os veganos, especialmente em pequenas propriedades rurais, passarão a confiscar vacas, galinhas e bodes.

Dicionaro – Fascículo 4

ASTRONAUTA: ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que encontra-se perdido no espaço desde 1º de janeiro de 2019.

EDUCAÇÃO: excrescência tratada até então como área essencial ao país, mas que passará a ser considerada supérflua. Exceção feita aos colégios militares e às faculdades de engenharia, veterinária e medicina. Quem quiser ser filósofo que vá para a Grécia.

GARUPEIRO DE ROLLS-ROYCE: Um dos muitos apelidos do vereador Carlos Bolsonaro. Ver também: Carluxo, Tonho da Lua, Hello Kitty, Rambo.

HORÁRIO DE VERÃO: invenção petralha para simular economia de energia.  Seu decreto foi revogado pelo presidente da república em abril de 2019. Medidas efetivas de economia energética serão tomadas ainda esse ano, como apagões compulsórios em cidades com mais de um milhão de habitantes, em especial do Nordeste ou onde o presidente foi derrotado pela esquerda nas eleições.

IDIOTA ÚTIL: brasileiro inútil para a atual administração; pessoa que não sabe quanto dá 7 vezes 8. Antônimo: indivíduos que sabem que 35% de 100 é 3,5. 

JUIZ DE FORA: a Dallas brasileira. Ver Adélio, faca, atentado, Mossad, fakeada, colostomia, Psol, Jean Wyllys.

MARRECO:  espécie de pato de pequena dimensão. O marreco é francamente migratório e adora formar bandos. Decola com grande facilidade do âmbito do Judiciário Federal para o Executivo, mais tarde voltando para aterrissar em suas origens, sem ter sido perturbado ou depenado. O habitat preferido desse minipato são os beirais dos palácios.

MICROPÊNIS: também chamado de maxiclitóris é um órgão sexual masculino com dimensões risíveis. Há uma polêmica histórica sobre qual seria o tamanho ideal desse órgão. Contudo, a maioria dos pesquisadores acredita que, se ele conseguir uma penetração, pode ser tachado de pênis. Se não efetivá-la seria um clitóris, tamanho Extra Large, no corpo de um homem. Ver Patrícia Lelis.

RACHADINHA: canal que vai da Assembleia Legislativa até o caixa eletrônico do banco.

TELEFONE: meio de telecomunicação que transmite sons através de sinais elétricos nas vias telefônicas. Foi inventado por Graham Bell e é atualmente usado pelo atual presidente para desautorizar decisões de ministros.

Dicionaro – Fascículo III

ABACATE: Fruto do abacateiro (Persea americana), nativo do México e hoje cultivado em regiões tropicais e subtropicais. Graças à Argentina, o Brasil pode se tornar, a curto prazo, a maior potência abacateira do mundo. A conquista do novo mercado também pode reforçar o poderio militar nacional. O WikiLeaks teve acesso a documentos secretos das Forças Armadas brasileiras que mostram o uso do abacate como arma letal. O fruto batido e transformado em guacamole seria lançado em grandes quantidades nas fronteiras de nações inimigas, como a Venezuela, causando milhares de perdas por atolamento, afogamento ou desmoralização. 

BOSTA ENGOMADA: um dos mais recentes xingamentos olavianos dirigidos a um general estrelado. Trata-se de um neologismo, já que  nenhuma lavanderia,  mesmo as mais aparelhadas, oferece o serviço de alisar excrementos ao ferro. 

CARLUXÊS: um idioma inventado por Carlos Bolsonaro ( V. Filho 03) para se comunicar com seus seguidores no Twitter.Pesquisadores da sintaxe carliana estudaram todos seus posts e chegaram a pontos comuns, o que poderia levar qualquer pessoa a escrevê-los. A saber:

1. Comece por uma apresentação simples e direta.
Exemplo: A esquerda é responsável por todas as desgraças na Educação do país.

2. Acrescente uma justificativa curta e recheada de erros gramaticais e imperfeições nos espaços das vírgulas.
Exemplo: Essa esqurd felpuda, que tenta minar o rw, do setor e meu agh ag.

3. Feche o post com um final nonsense.
Exemplo: É, bem que eu digo que o engraxate e o golfinho se entendem até fora do mar. 

KAFTA, FRANZ: (Beirute, Líbano) foi um escritor de língua árabe, autor de livros de receitas, considerado pelos críticos de gastronomia como um dos inventores do kafta e do pão-jornal sírio. A maior parte de sua obra, como ‘O Babaganuche’ e ‘O Processo de Fritura do Kibe’ está repleta de temas diversos e díspares. Os mais recorrentes são o conflito entre cozinheiros e distribuidores de folhas de uva ou personagens colocados em labirintos burocráticos na região da rua 25 de Março, em São Paulo. 

OLAVOFRENIA GALOPANTE: grave enfermidade que atinge equinos e muares levando ao cretinismo agudo.

Leia mais: