Fascículo 21: Adorno, Beatles e as Margens Flácidas

ÀS MARGENS FLÁCIDAS: Versão bolsonarista de um verso do hino nacional brasileiro: “ouviram do Ipiranga, às margens plácidas…” O presidente explicou-se após entoar essa variante da letra de Osório Duque-Estrada. Afirmou que, na verdade, quis passar a ideia de que as margens do rio Ipiranga são fofas. E que, mais uma vez, a Extrema Mídia tentou desclassificá-lo. “Mas o nosso povo heróico, ainda vai dar um brado titubeante e acabar com essa babaquice dos jornalistas”- concluiu.

BEATNIKS: Grupo de elementos perturbados mentalmente que se faziam passar por artistas nos anos 1950. Um de seus passatempos preferidos era brincar de “Guilherme Tell”. Colocavam alguém em sua frente e disparavam uma pistola na cabeça da vítima. Ver Satanismo.

IRRUUUU!: Interjeição presidencial que pode ter diversos sentidos, mas nenhum deles faz o menor sentido.

NEGACIONISMO CLIMÁTICO: O pensamento daqueles que negam a realidade do aquecimento global. Os argumentos dos negacionistas são fruto do conhecimento de importantes estudos feitos pelos melhores climatologistas da atualidade, entre eles a Climatempo e Maju Coutinho. Um dos mais fervorosos negacionistas é o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Sua ortodoxia é tamanha que, além de negar o tempo, ele nega também o espaço. Para o ministro, na realidade, estamos no tempo dos cavaleiros do Santo Graal e o Brasil seria a Gália.

PISTOLA AUTOMÁTICA: Arma de fogo que dispara um projétil e introduz novo disparo na câmara, permitindo vários tiros consecutivos sem que se precise acionar o gatilho mais de uma vez. A chamada “automática” foi introduzida pela primeira vez num ambiente hospitalar pelo visionário deputado Eduardo Bolsonaro, futuro embaixador do Brasil nos Estados Unidos da América. 

THE BEATLES: Conjunto musical inglês criado no final dos anos 1950 em Liverpool. Como tudo o que é inventado na Europa, em especial pelos membros da Escola Comunista de Frankfurt, é mais um produto do marxismo cultural que visa tomar o poder a qualquer preço. Segundo importantes astrólogos, os Beatles não passaram de drogados que não sabiam escrever e nem mesmo tocar violão de uma maneira decente.Durante 30 anos, Theodor Adorno mentiu que era filósofo e, enquanto isso, compunha  canções como A day in the Life, Lucy in the sky with diamonds, Yellow Submarine, entre outras. Herbert Marcuse foi o criador do Led Zeppelin e idealizador do rock progressivo, para ele uma forma metafísica de disseminação do LSD nas sociedades ocidentais. Max Horkheimer, além de ghost-writer de Bob Dylan, era avô de Ozzy Osbourne.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *