Fascículo 31: o partido de Bolsonaro, Toffoli e o Coronel Tadeu

38: Número oficial do Aliança pelo Brasil, um partido político brasileiro, ainda em construção. De ultradireita, foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro, em 12 de novembro de 2019, ao declarar a sua saída do Partido Social Liberal. Membros do partido ainda tentaram um calibre maior, como o .44, mas o TSE só o concederia se a agremiação tivesse exclusivamente militares na ativa ou milicianos. O slogan do APB-38 será “o voto ou a vida” e os afiliados esperam que seu fundo partidário arrecade uma bala até 2022.

ÉGUA SARNENTA E DESDENTADA DA SUA MÃE: Modo polido como altas autoridades brasileiras dirigem-se a indivíduos que eventualmente os critiquem durante discussões públicas.

TOFFOLI: Em italiano, sujeito que vai para frente com ímpeto fremente para, em seguida, recuar de modo vigoroso e inesperado. Sinônimo de ioiô.

PAPAI NOEL DA HAVAN: Ser mítico inventado pela Igreja Católica Apostólica Romana, Coca Cola e aperfeiçoado pelo Veio da Havan. Na versão de 2019 idealizada pela Havan, o Bom Velhinho, em vez de traje vermelho e branco, terá a roupa toda em verde e amarelo. Em seu saco de tecido, ao contrário de presentes, trará uma sub-metralhadora e pentes de bala.

CARTUM: Obra visual que deve ser arrancada das paredes de uma exposição de arte caso desagrade algum deputado coronel. Ver Deputado Coronel Tadeu.

DEPUTADO CORONEL TADEU: Caricatura de fascista. Ver Cartum.

LUCIANO HANG: Empresário e palhaço. Recentemente criou a prática de bater continência e marchar diante das estátuas da Liberdade norte-americanas de suas lojas. Tudo ao som de hinos militares e patrióticos. A expectativa é que o Veio da Havan substitua, até 2022, o Duque de Caxias como patrono do Exército brasileiro.

TREM BALA: Obra que o governo Bolsonaro sonha realizar até 2022 inicialmente ligando Rio das Pedras a Queimados.

UNIVERSIDADE FEDERAL: Instituição de formação de quadros profissionais de nível superior, de investigação e de cultivo do saber humano. No Brasil, a definição dessas instituições ganhou um novo sentido. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, as universidades federais são locais onde planta-se grandes áreas de maconha, “a ponto de precisar borrifador de agrotóxico”. A afirmação de Weintraub leva a imaginar que a definição de reitor deverá ser repensada e talvez passe a ser a de produtor de conteúdos psicoativos para universitários.

Fascículo 30: Aliança pelo Brasil, Príncipe Luiz Philippe e Tite

17: Número a ser jogado no lixo por indivíduos que criaram perfis com ele nas redes sociais. 

ALIANÇA PELO BRASIL: O primeiro partido-gincana do mundo. 

BRICS: Reunião enfadonha com representantes de países desagradáveis. O presidente Bolsonaro poderia estar jantando, à luz de velas, na companhia do atraente Donald Trump em vez de perder tempo com nações desclassificadas em Brasília.

CULTO À PERSONALIDADE: Culto que acabou recentemente nas ditaduras brasileiras. Antes, especialmente nos anos 1970, mandava só o Médici. Agora mandam três: Jair, Messias e Bolsonaro. 

DPVAT: Fundo partidário de agremiações de esquerda utilizado para sua perpetuação no poder e subsequente transformação do Brasil num satélite de Cuba e da Coreia do Norte.

EVO MORALES: Traficante de cocaína loser. 

INTERFONE: Aparelho de comunicação entre um porteiro e um proprietário de imóvel que, ao receber a ligação e atendê-la, poderá estar em qualquer localidade do planeta, menos em sua residência.

JEANINE AÑEZ: Formidável golpista que se notabilizou por assumir o Estado boliviano, sozinha e no peito siliconado, mesmo tendo vindo ao mundo em função de uma fraquejada de seu genitor. Ver Barbie e Klaus Barbie.

LA PAZ: Atualmente, a mais elevada democracia da América Latina com mais de 3000 metros acima do nível do mar. 

MARIELLE: Pessoa que nunca ouviu-se falar, foi de nossas relações próximas ou a quem dirigiu-se a palavra. Ver Nada a Declarar.

MONARQUIA: Forma de governo em que um rei exerce a função de chefe de Estado e mantém-se no cargo até a morte ou a abdicação. No fundo é uma República sem os inconvenientes das eleições para o principal mandatário. 

PSL: Partido jurado de morte.

PRÍNCIPE LUIZ PHILIPPE: O vice ideal, não estivesse focado apenas em encontrar o seu príncipe encantado para se casar.

TITE: Linguista, lexicógrafo e técnico da seleção brasileira de futebol que, se não virar um João Saldanha em 30 dias, será emprestado ao selecionado da Hungria.

TOFFOLI: Ministro jurado de morte.

Fascículo 29 – Augusto Nunes, Emílio Surita e Glenn Greenwald

AUGUSTO NUNES: Peso-pesado do jornalismo brasileiro. Um dos poucos profissionais da imprensa que, ao contrário de analisar os fatos, prefere ir às vias de fato. 

CADELA NO CIO DO FASCISMO: Animal mitológico que, vez por outra, vem parir seus filhotes em alguma parte do mundo. Desde de finais de 2018, a Cadela no Cio do Fascismo dá a luz em território nacional e parece ter fixado residência definitivamente no país.

CHINA: País para onde deve-se telefonar sempre que os resultados de um leilão de patrimônio brasileiro forem pífios. 

EMÍLIO SURITA: Juiz de boxe, luta livre e MMA. 

FERNANDO HADDAD: Peça cilíndrica de madeira, ferro ou concreto, fixada perpendicularmente no chão à beira da calçada, para nela se prenderem os cabos elétricos e as lâmpadas de iluminação pública.

GLENN GREENWALD: Sparring de fascista.

GUILHERME BOULOS: Retrato do Lula quando jovem.

MICHELLE BOLSONARO: Greta Garbo da Ceilândia.

PRÉ-SAL: Gigantesca jazida de petróleo no fundo do mar que obteve minúsculos lances em recente leilão por causa de maquinações da Venezuela e do Foro de São Paulo.

PROGRAMA PÂNICO: Uma das mais prestigiadas arenas de boxe do país, juntamente com a Câmara e o Senado.

ROBERTO ALVIM: Como homem de teatro e capo da Cultura terá a missão de costurar a dramaturgia de uma peça, de âmbito nacional, mesclando o pensamento de Jesus Cristo e Edir Macedo com o de Zé Celso e Antonin Artaud.

TINDER: Aplicativo de encontros amorosos utilizado pela ministra Damares Alves com o fito de arrumar um marido. Até o fechamento deste fascículo, o perfil da titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos só havia dado match com o perfil do Véio da Havan. Ver Véio da Havan.

VÉIO DA HAVAN: Super-herói que, por suas posturas esdrúxulas e estúpidas, foi defenestrado da Marvel. Após a humilhante demissão decidiu mudar totalmente de ramo e tornou-se dono de uma grande empresa de bugingangas e quinquilharias. 

Fascículo 28: Frota, hienas, porteiro, Rede Globo e Witzel

AI-5: Para o deputado Eduardo Bolsonaro seria o Emplasto Brás Cubas que cura todos os males da nação. Isso se ele soubesse o que é Emplasto Brás Cubas.

ALEXANDRE FROTA: O primeiro político do mundo que se preocupa mais com as ereções do que com as eleições.

FOLHA DE S.PAULO: Pasquim apoiador do Foro de São Paulo. Teve sua assinatura cancelada em todos os órgãos do governo federal por tentar inutilmente passar uma imagem negativa da administração que mais fez pelo país nas últimas 12 horas. 

FORO DE SÃO PAULO: Organização que reúne cerca de 100 partidos petralhas. Visa avançar na luta anti-imperialista, anti-neoliberal e promover intercâmbios em torno dos problemas econômicos, políticos, sociais e culturais que a esquerda continental enfrenta. Para que não se propague, deve ser combatido com herbicidas transgênicos.

GENERAL HELENO: Ministro-chefe do GSI. Nunca conseguiu entrar no Alto Comando do Exército por não ter mais de 1,50 m de altura.

HIENA: Depois da lula, o gênero de animal que governa o Brasil. Tem como características principais o comportamento agressivo, errático e paranoico. Frequentemente, ri sem querer.

LILICO: Comparado, em Brasília, ao colunista social Amaury Jr. cuidará para que os 800 milhões de reais da Ancine destinem-se a produções audiovisuais de teor cristão, como a série “A Bíblia” (em 1 187 episódios), o infantil “Efraim, o cordeirinho de Deus”e os dramas biográficos “Damares e o crucifixo na vagina”e “Olavo de Carvalho, astrólogo é a porra da tua mãe”. 

LIVE: Instrumento de comunicação com as massas que deve ser usado em momentos de ira, descompensação, surto psicótico e ódio incontrolável a detratores.

MOHAMMAD BIN SALMAN: Irresistível príncipe saudita que provoca, especialmente nas mulheres, o desejo de passar uma tarde em sua companhia. Já homens, como o jornalista Jamal Khashoggi, não teriam a mesma opinião e acabam sendo punidos por isso.

PORTEIRO: Indivíduo que toma conta da portaria de um condomínio e permite a entrada de pessoas estranhas que dizem que vão à uma habitação e, depois, vão a outra.

REDE GLOBO: Lixo.

VEJA: Revista que não se enxerga.

WITZEL: Vazador-Geral da República. Ver Fogo Amigo.