Fascículo 5

ANEDOTA: Pequena narrativa de humor ofensiva e preconceituosa. Exemplo:
Bolsonaro, durante uma live, diz:
“Brasileiros! Tenho dois anúncios importantes a fazer — um bom e um e ruim. A má notícia é que durante os próximos três anos anos só vamos comer estrume. A boa é que teremos estrume para todos”.
Como vê-se,  a anedota sempre traz um viés de agressividade. Nesta, em especial, contra o estrume.

BARRAGENS DA VALE: Chernobyl à prestação.

BATE-BOCA: expressão popular que significa discussão exaltada, troca de palavras ásperas. Bate-boca, especificamente no Brasil, também é uma forma de governo. Contrariamente aos romanos, onde Marco Aurélio governava através de aforismos filosóficos ou dos ingleses; onde Winston Churchill liderava através de inspirados discursos, aqui administra-se a coisa pública à base de gritos, ofensas e palavrões – quando não de socos, pontapés e facadas. Ver: Quebra-pau.

BONECÃO DE POSTO: no que se transformou, após poucos meses de governo, o Posto Ipiranga do presidente da república.

CURRÍCULO LATTES: plataforma acadêmica na qual qualquer pessoa pode adicionar a informação de que estudou em Nova Iorque, mesmo tendo se graduado em Nova Iguaçu.

GENERAL: Indivíduo considerado libertário, diplomático e “open mind” na atual administração.

HÉLIO NEGÃO: versão masculina da primeira-dama nacional.

INEP: diminutivo de inépcia.

JAIRISMO:  uma das religiões que mais cresce na América do Sul. Considerada por seus praticantes como a aliança entre Deus, o PSL e os bolsominions do Brasil. Seu criador é o pastor francês Steve Kunda. Para esse influente religioso, Deus escolheu Jair Cristo para liderar o país. A mão divina estará sempre com ele porque vai cortar muitos obstáculos, muitas opressões e as verbas da Educação. Ainda segundo o Jairismo foi assim o nascimento de JC: sua mãe, estava prometida em casamento, mas, antes que se unisse ao noivo, achou-se grávida. O anjo lhe disse:

“Não tenha medo; você foi agraciada por Deus! Você ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Jair. Ele vai virar presidente e será chamado de Filho…bem, isto eu lhe conto  depois. O Senhor Deus lhe dará milhões de seguidores, e ele reinará para sempre sobre o povo de Twitter.”

Ver também: Religião, Ungido, Teomania, Hidrofobia.

KATAPIROKA: do japonês romaji, jovem apanhador de pepinos.

LOBÃO: metamorfose delirante.

PESPORRÊNCIA: qualidade comum a todos os membros do governo do primeiro ao último escalão.

VEGANO: pessoa que promove a “libertação animal”: exclusão do consumo de todos os tipos de animais, seja na alimentação, no vestuário ou no entretenimento. Com a liberação dos fuzis à população, estima-se que os veganos, especialmente em pequenas propriedades rurais, passarão a confiscar vacas, galinhas e bodes.

Dicionaro – Fascículo 4

ASTRONAUTA: ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que encontra-se perdido no espaço desde 1º de janeiro de 2019.

EDUCAÇÃO: excrescência tratada até então como área essencial ao país, mas que passará a ser considerada supérflua. Exceção feita aos colégios militares e às faculdades de engenharia, veterinária e medicina. Quem quiser ser filósofo que vá para a Grécia.

GARUPEIRO DE ROLLS-ROYCE: Um dos muitos apelidos do vereador Carlos Bolsonaro. Ver também: Carluxo, Tonho da Lua, Hello Kitty, Rambo.

HORÁRIO DE VERÃO: invenção petralha para simular economia de energia.  Seu decreto foi revogado pelo presidente da república em abril de 2019. Medidas efetivas de economia energética serão tomadas ainda esse ano, como apagões compulsórios em cidades com mais de um milhão de habitantes, em especial do Nordeste ou onde o presidente foi derrotado pela esquerda nas eleições.

IDIOTA ÚTIL: brasileiro inútil para a atual administração; pessoa que não sabe quanto dá 7 vezes 8. Antônimo: indivíduos que sabem que 35% de 100 é 3,5. 

JUIZ DE FORA: a Dallas brasileira. Ver Adélio, faca, atentado, Mossad, fakeada, colostomia, Psol, Jean Wyllys.

MARRECO:  espécie de pato de pequena dimensão. O marreco é francamente migratório e adora formar bandos. Decola com grande facilidade do âmbito do Judiciário Federal para o Executivo, mais tarde voltando para aterrissar em suas origens, sem ter sido perturbado ou depenado. O habitat preferido desse minipato são os beirais dos palácios.

MICROPÊNIS: também chamado de maxiclitóris é um órgão sexual masculino com dimensões risíveis. Há uma polêmica histórica sobre qual seria o tamanho ideal desse órgão. Contudo, a maioria dos pesquisadores acredita que, se ele conseguir uma penetração, pode ser tachado de pênis. Se não efetivá-la seria um clitóris, tamanho Extra Large, no corpo de um homem. Ver Patrícia Lelis.

RACHADINHA: canal que vai da Assembleia Legislativa até o caixa eletrônico do banco.

TELEFONE: meio de telecomunicação que transmite sons através de sinais elétricos nas vias telefônicas. Foi inventado por Graham Bell e é atualmente usado pelo atual presidente para desautorizar decisões de ministros.

Dicionaro – Fascículo III

ABACATE: Fruto do abacateiro (Persea americana), nativo do México e hoje cultivado em regiões tropicais e subtropicais. Graças à Argentina, o Brasil pode se tornar, a curto prazo, a maior potência abacateira do mundo. A conquista do novo mercado também pode reforçar o poderio militar nacional. O WikiLeaks teve acesso a documentos secretos das Forças Armadas brasileiras que mostram o uso do abacate como arma letal. O fruto batido e transformado em guacamole seria lançado em grandes quantidades nas fronteiras de nações inimigas, como a Venezuela, causando milhares de perdas por atolamento, afogamento ou desmoralização. 

BOSTA ENGOMADA: um dos mais recentes xingamentos olavianos dirigidos a um general estrelado. Trata-se de um neologismo, já que  nenhuma lavanderia,  mesmo as mais aparelhadas, oferece o serviço de alisar excrementos ao ferro. 

CARLUXÊS: um idioma inventado por Carlos Bolsonaro ( V. Filho 03) para se comunicar com seus seguidores no Twitter.Pesquisadores da sintaxe carliana estudaram todos seus posts e chegaram a pontos comuns, o que poderia levar qualquer pessoa a escrevê-los. A saber:

1. Comece por uma apresentação simples e direta.
Exemplo: A esquerda é responsável por todas as desgraças na Educação do país.

2. Acrescente uma justificativa curta e recheada de erros gramaticais e imperfeições nos espaços das vírgulas.
Exemplo: Essa esqurd felpuda, que tenta minar o rw, do setor e meu agh ag.

3. Feche o post com um final nonsense.
Exemplo: É, bem que eu digo que o engraxate e o golfinho se entendem até fora do mar. 

KAFTA, FRANZ: (Beirute, Líbano) foi um escritor de língua árabe, autor de livros de receitas, considerado pelos críticos de gastronomia como um dos inventores do kafta e do pão-jornal sírio. A maior parte de sua obra, como ‘O Babaganuche’ e ‘O Processo de Fritura do Kibe’ está repleta de temas diversos e díspares. Os mais recorrentes são o conflito entre cozinheiros e distribuidores de folhas de uva ou personagens colocados em labirintos burocráticos na região da rua 25 de Março, em São Paulo. 

OLAVOFRENIA GALOPANTE: grave enfermidade que atinge equinos e muares levando ao cretinismo agudo.

Leia mais:

Dicionaro – Fascículo II

BALBÚRDIA: Governo.
BANDEIRA BRASILEIRA: tecido colorido que deve ser usado em tudo.  Na porta do Palácio do Planalto, como decoração dos chinelos presidenciais e até eventualmente como pavilhão nacional.
CAMPO: lugar perfeito para atirar em alvos móveis que entrarem desavisadamente em propriedades rurais particulares.
CELULAR: aparelho multifunção cuja principal finalidade é captar, com sua câmera de vídeo, professores comunistas que tentam fazer lavagem cerebral na juventude brasileira.
DIRETOR DE ARTE: Profissional responsável pela fabricação em massa de memes, GIFs e vídeo-montagens, no estilo “trash”, com o fito de desmoralizar desafetos do establishment. 
FILOSOFIA: Termo inventado por Pitágoras que, como todos sabem, foi um notório marxista grego.
GUAIDÓ: próximo herói a receber a condecoração da Ordem de Rio Branco das mãos do ministro-adjunto das Relações Exteriores, Eduardo Bolsonaro.
LEO ÍNDIO: o Marquês de Parintintins, primo de Sua Alteza Real Carlos I e, por consaguinidade, detentor do cargo de  Ombudsman da Corte recebendo pela função 24 contos de réis ao mês.
PÊNIS: Órgão sexual masculino que, segundo a OMS, precisa ser higienizado regularmente com água e sabão. É importante lembrar que, apenas um jatinho do líquido, não é capaz de higienizar o membro. Isto é LavaJato, não limpeza peniana. Segundo o presidente Jair Bolsonaro, para que a limpeza seja completa e eficaz, o homem deve puxar para trás o capucho e higienizar com água e sabão. As regiões dos testículos, virilha e ânus também não podem ser ignoradas. “Se não fica meia-boca” – afirma o presidente.Bolsonaro recomenda que se higienize o pênis sempre após as relações sexuais e também depois da masturbação. “É importante remover todos os fluidos corporais, pois as bactérias podem fazer aquela guerrilha do Araguaia quando secam na pele, tá ok?” É fundamental enxugar bem o menino, puxando a pele para trás suavemente, passando a toalha pelo bruto, cabeça, virilha e bolas. “Secar o bilau, diz o presidente, para que não fique úmido, evita a proliferação de fungos”. Ver: estrovenga, verga, bimba, pica, trambulhetão, SUS.
SOCIOLOGIA: é a área das ciências humanas que estuda os processos que interligam os indivíduos em associações, grupos e instituições de extrema esquerda.
TRABALHO: Assim como a Cuca, o Boi-Tatá e o Saci Pererê, o trabalho é mais um mito brasileiro.