Curitiba Jazz Festival confirma Airto Moreira e banda Bixiga 70

O Curitiba Jazz Festival confirmou as atrações de sua quarta edição, que acontece gratuitamente nos dias 14 e 15 de dezembro na Praça Afonso Botelho (Praça do Atlético), e em festas no Basement Cultural e no Jokers. Serão 20 artistas de diferentes vertentes da música brasileira, do choro ao jazz, do blues ao samba-rock.

Bixiga 70. Foto: Divulgação

No sábado (14), a partir das 10h, sobem ao palco O Lendário Chucrobillyman, projeto do “one man band” Klaus Koti; Julião Boêmio, reconhecido cavaquinista e um dos nomes mais importantes do choro contemporâneo; a banda paulista Bixiga 70, expoente da cena instrumental, que combina a música brasileira e latina com o afrobeat; a cantora Iria Braga, que retorna aos palcos de Curitiba após turnê na Argentina, na companhia do Cariguá Trio; e, fechando a programação de sábado, a lenda da percussão Airto Moreira e a cantora Flora Purim.

Aos 78 anos, Airto segue sua trajetória como um dos mais importantes instrumentistas do mundo. Sua sonoridade genuinamente brasileira encontrou no jazz a melhor forma de expressão. O cantor e percussionista tocou ao lado de Miles Davis, Dizzy Gillespie, Chick Corea, Herbie Hancock, Paul Simon e Quincy Jones. Neste ano, lançou o disco “Aluê” (Selo Sesc), ao lado da esposa, a cantora Flora Purim. O disco foi gravado com músicos brasileiros em uma sessão ao vivo e contínua, bem ao seu estilo.

Airto Moreira. Crédito: Renato Luiz Ferreira

Quem começa os trabalhos no domingo (15), é a Orquestra de Harmônicas de Curitiba, grupo formado em 1979 que recria clássicos da música brasileira e internacional tendo como base a gaita de boca (harmônica); na sequência, é a vez do renomado Mano a Mano Trio, formado pelos bambas Glauco Sölter (contrabaixo), Sérgio Albach (clarinete) e Vina Lacerda (percussão). A programação segue com a flautista e arranjadora paulista Léa Freire, parceira de Joyce e de Jean Garfunkel e com a black music antenada da paranaense Rubia Divino. Por fim, a apresentação explosiva de João Triska na companhia da Machete Bomb, com seu samba-rock-rap com direito a “cavaquinho distorcido”, encerra as apresentações do palco principal do Curitiba Jazz Festival 2019.

Extras
Além dos shows na Praça do Atlético, outras duas festas complementam a programação musical do Curitiba Jazz Festival 2019: uma pré-evento na sexta-feira (13), no Basement Cultural, com as bandas curitibana Plata o Plomo, a catarinense Los Desterros e mais uma atração a confrirmar. E outra no sábado (14), no Jokers, com uma jam session comandada por Helinho Brandão, Mário Conde e Davi Sartori. Os ingressos (limitados) estarão à venda n’A Caiçara (R. Dr. Claudino dos Santos, 90, Largo da Ordem) e no Expresso Curitiba Hostel e Coffee Bar (R. Alfredo Bufren, 323, Centro).

Assim como nos anos anteriores, a quarta edição do Curitiba Jazz Festival irá oferecer também exposições de vinis, feira gastronômica (com chopes e drinques) e espaço para crianças.

PROGRAMAÇÃO
Sábado (14/12)
O Lendário Chucrobillyman
Julião Boêmio
Bixiga 70
Iria Braga
Airto Moreira e Flora Purim

Domingo (15/12)
Orquestra de Harmônicas de Curitiba
Mano a Mano Trio
Léa Freire
Rubia Divino
Machete Bomb

SERVIÇO
Curitiba Jazz Festival
14 e 15 de dezembro de 2019, a partir das 10h
Praça Afonso Botelho (Praça do Atlético)
Gratuito

Cristiano Castilho

Cristiano Castilho é jornalista formado pela UFPR e pós-graduado em Jornalismo Literário pela ABJL. É autor do livro "Crônicas da Cidade Inventada e Outras Pequenas Histórias" (Arte & Letra).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo